Particularidades da impressão têxtil serigráfica e digital jato de tinta

Future Print

Future Print

Herculano Ferreira | 03 Mai, 2019

Serigrafia e Jato de Tinta (InkJet) são sistemas de impressão diferentes, porém próximos em alguns raciocínios e particularidades. Neste texto e nos próximos expomos dados que captamos da indústria têxtil, comunicação visual, embalagem, vidro e cerâmica decorada, da fabricação de tintas digitais, e de todas as aplicações que podem ser resolvidas pela Serigrafia e pelos sistemas jato de tinta. Trabalhamos neste conjunto há mais de 40 anos e nosso propósito é formar uma imagem mais circular sobre impressão, principalmente têxtil.

IMPRESSÃO SERIGRÁFICA E JATO DE TINTA

DTG – Impressão em peças prontas e cortadas. É um mercado dominado pela Serigrafia em que a impressão digital jato de tinta está crescendo.

DTF – Impressão direto no tecido. Pode ser de serigrafia a quadros e de cilindros ou de jato de tinta em tecidos em rolo. As impressoras são contínuas e os desenhos em geral são raportados para não mostrar emendas. Mais de 80% deste mercado é suprido com tintas de pigmento pela Serigrafia rotativa, e na sequência, com outras tintas de corantes: Reativo (fibras celulósicas), Disperso (poliéster) e Ácidos (poliamida, seda, lã). A principal tinta têxtil da estamparia digital é o corante Reativo.

A impressão digital jato de tinta têxtil DTF e DTG é um dos derivados da revolução computacional inaugurada na prática com a máquina Enigma do matemático inglês Alan Turing.

Alan Turing mostrou como a natureza desenvolve os padrões visuais de revestimento de seus corpos e formas. Partindo desta base, estruturou a máquina mãe dos computadores.  A reprodução de imagens por meio de padrões repetidos (retículas) é utilizada na impressão desde o século XIX. As retículas de Frequência Modulada não anguladas (FM ou Estocásticas) são a base da impressão jato de tinta. Retículas de Escala de Cinzas (Greyscale ou Frequência Modulada AM), anguladas, são a base da impressão serigráfica, offset e rotogravura.

Na indústria têxtil os padrões naturais e FM eliminam o moiré e geram imagens com menos defeitos, importante para a gravação de cilindros na serigrafia rotativa e de quadros.

Telas e cabeças de impressão digital mantém correspondências. Telas tem uma contagem de fios por polegada ou centímetros. A placa de nozzles (ou placa perfurada por onde a tinta é ejetada no substrato) corresponde à tela de Serigrafia e tem contagem de orifícios por polegada.

Telas marcam a resolução de retículas pela passagem de tinta pela área livre entre os fios. Impressoras jato de tinta marcam a porcentagem pela abertura dos orifícios da placa das cabeça. Há cabeças com muitas opções de resolução – de 1 ou mais fileiras de orifícios, de diâmetros variados. A resolução original da impressora digital é igual ao diâmetro do orifício marcado em picolitros. A quantidade de orifícios de uma ou mais filas e o tamanho da placa determinam a velocidade de impressão.

A intensidade de cores e a resolução aparente pode ser aumentada ejetando tinta por uma fileira de furos mais vezes no mesmo lugar: 2, 4, 6 vezes, … Quando querem cores mais saturadas e imagens bem definidas e de alta cobertura, impressores serigráficos também “repicam” a impressão, passando o rodo e tintas mais vezes no mesmo lugar da imagem. Impressoras digitais imprimem no modo bilateral ejetando tinta indo e voltando de um lado para o outro. Impressores de Serigrafia também fazem isso ou passam a tinta somente em um sentido (modo unilateral). Na Serigrafia e na jato de tinta o resultado unilateral é melhor.

Tintas e Telas

Tintas “Clear” coloridas de pigmento e de corantes passam mais folgadamente em telas serigráficas finas. Corantes tem partículas menores que pigmentos e imprimem mais fácil em qualquer tela. Tintas “Mix” e brancas passam regularmente em telas mais abertas. O mesmo acontece na jato de tinta: Cabeças de alta resolução (1,5 a 3,5 picolitros são mais adequadas para corantes. Cabeças de 7 picolitros em diante imprimem pigmentos com mais regularidade. (1 litro (L) = 1000 mililitros (mL) / 1000 mililitros = 1000 microlitros / 1 microlitro (µl) = 1000 picolitros / 1 picolitro (pl)  = 12 microns (µ)  = 0.000001 de 1 ml). 1 litro = 1.000.000.000.000 picolitros.

1 m2 de estampa digital muito cheia consome o máximo de 12 ml de tinta. A média é 6 ml / m2)

FONTE: https://digital.feirafutureprint.com.br/colunistas/particularidades-da-impress-o-t-xtil-serigr-fica-e-digital-jato-de-tinta

WILSON GIGLIO
WILSON GIGLIO

Gestão em tempo de crise

Transforme o tempo que tem agora para organizar a sua empresa, se capacitar aprendendo coisas novas e, até, relembrando coisas que já sabia e que seriam necessárias na sua empresa, mas nunca teve tempo de colocar em prática. A hora é agora de transformar o tempo em oportunidade, em implantar coisas novas na sua empresa,

LEIA MAIS »
WILSON GIGLIO
WILSON GIGLIO

ORGANIZAÇÃO E GESTÃO, quem precisa disso?

Eu acredito que todos precisam de organização e gestão, independentemente da sua atividade profissional, alguns mais e outros menos, mas é questão obrigatória para todos nós. Lógico que a organização e gestão está mais atrelada e vinculada a atividades de empresários, empreendedores, profissionais liberais e autônomos, além, é lógico de posições hierárquicas que também exigem

LEIA MAIS »
ARTIGOS - MOACIR FERREIRA
Moacir Ferreira

Retículas na Serigrafia – Intermediário

As retículas criadas cuja característica é suavizar a passagem tonal das imagens em diferentes porcentagens, são necessárias para reproduzir um trabalho com qualidade. Mesmo arquivos vetoriais onde são incorporados tons de cor ou gradientes, precisará de meios-tons para imprimir os fotolitos. fonte: Revista SGIA As retículas são uma série de pequenos pontos alinhados em linhas.

LEIA MAIS »
ARTIGOS - ALEXANDRE ARAÚJO
Alexandre Araújo

4 dicas super importantes de planejamento para usar na sua serralheria

Quando tenho a ideia de um projeto diferente eu mentalizo ele realizado. Porém, só isso não é suficiente para dá certo! Também procuro pessoas do bem que possam ajudar a concretizá-lo. Nesse meu novo projeto na Feira FESQUA não foi diferente!!! Além do que escrevi anteriormente, também utilizei um método de planejamento que desenvolvi, e

LEIA MAIS »

Feira FuturePrint 2020 adiada.

Prezado parceiro, Como é de conhecimento da maioria de vocês, que tem participado da FuturePrint nesses 30 anos, e com os quais temos e sempre tivemos uma relação

LEIA MAIS »
Rolar para cima

COMUNICAÇÃO VISUAL NO BRASIL

COMO MEHORAR OS RESULTADOS DA SUA EMPRESA 3ª EDIÇÃO